FIQUE POR DENTRO DO

UNIVERSO DA OFTALMOLOGIA

Catarata, a principal causadora da cegueira

Na imagem aparece o close de um olho de cor azul, de uma pessoa idosa.
11 agosto, 2020

A catarata é uma das principais causadoras de cegueira no mundo. Estima-se que ela atinja uma em cada cinco pessoas com mais de 60 anos; e até metade da população a partir dos 75 anos. No entanto, para além dessa relação com a idade, existem outros fatores que podem vir a causar a doença. Entre eles estão os fatores congênito, traumático, associado a diabetes ou ao uso de medicamentos. Se você tem dúvidas sobre o assunto, confira nosso artigo!

O que é a catarata?

A catarata é uma doença caracterizada pela perda da transparência do cristalino (lente situada atrás da íris), tornando-o opaco e deixando a visão embaçada. Essa camada do olho funciona como uma lente natural, que tem a função de proporcionar o foco para a visão. Quando ocorre a doença, aos poucos a visão vai embaçando, podendo chegar a casos em que o paciente enxerga apenas luzes e vultos.

Quais os tipos de catarata?

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, a catarata não é causada apenas pelo avanço da idade. Embora essa doença seja realmente mais frequente em idosos, ela acontece também por outros fatores, como os congênitos, por traumas, diabetes e excesso de medicamentos.

Catarata relacionada à idade

Uma das formas mais comuns de catarata é aquela relacionada à idade. Ela normalmente aparece em indivíduos que possuem mais de 50 anos, estimando-se que atinja uma a cada cinco pessoas com mais de 65 anos. Nesse caso, conforme o tempo passa, as fibras do cristalino aumentam na sua espessura e diâmetro, o que acaba por provocar a presbiopia, também conhecida como “vista cansada”. A catarata, por sua vez, é a fase seguinte, quando essa camada do olho, além de perder a sua elasticidade, torna-se opaca. Isso pode ocorrer em três localizações diferentes, chamadas de catarata nuclear, cortical ou subcapsular posterior.

Catarata congênita

A catarata congênita acontece quando a mãe tem doenças como rubéola, sífilis e toxoplasmose nos primeiros três meses de gestação, e acaba transmitindo para o bebê. Também pode ocorrer quando existe o consumo excessivo de álcool, tabaco e drogas durante a gestação. Nesse caso da doença, a catarata acaba ocorrendo desde o nascimento ou nos primeiros anos de vida do bebê.

Catarata traumática

A catarata também pode ocorrer por conta de traumas. Esse caso pode atingir qualquer pessoa, uma vez que ela depende apenas de fatores externos, como acidentes que atinjam os olhos ou agressão ao globo ocular, por exemplo. No entanto, a alteração na visão não ocorre logo que o trauma acontece, podendo surgir anos depois.

Catarata associada a diabetes

Essa doença pode, ainda, ocorrer por conta da diabetes. A catarata ocorre, neste caso, porque os níveis de glicose no sangue acabam afetando as proteínas do cristalino, modificando suas propriedades ópticas. Depois de um tempo, essa camada do olho acaba perdendo a sua transparência natural, ocasionando danos à visão.

Catarata decorrente de medicamentos

Por último, existe a catarata por conta de medicamentos. Isso se dá porque algumas substâncias, como os corticoides, quando usadas em tratamento prolongado, podem acabar afetando os olhos, o que pode resultar na catarata.

Sintomas da catarata

A catarata é considerada uma doença silenciosa pelo fato de que seus sintomas não aparecem desde o início da doença. Eles só aparecem, de fato, quando a doença avança e, então, o indivíduo começa a ter incômodo e dificuldade para enxergar. Entre os principais sintomas da catarata, independente do tipo, estão a dificuldade de enxergar com nitidez, a diminuição da precisão visual, a visão dupla, a sensibilidade à luz, a alteração na percepção das cores, além de dificuldade para ler, dirigir e até andar.

Tratamento

A cura da catarata se dá unicamente por meio de cirurgia. Apesar disso, a notícia boa é que esse procedimento evoluiu muito com o passar dos anos, tornando-se, hoje em dia, extremamente rápido e seguro, obtendo-se bons resultados na grande maioria dos casos. O procedimento baseia-se na retirada do cristalino e colocação de uma lente artificial, feita sob medida.

Lensx Laser System – a revolução no tratamento de catarata

Para melhorar ainda mais, quando o tratamento é feito com o uso do Lensx Laser System, ele fica ainda mais preciso e seguro. Isso ocorre porque esse equipamento automatiza algumas etapas da cirurgia, já que partes do procedimento que antes eram feitos com o bisturi, agora podem ser executados com laser. E pelo fato de minimizar as manipulações de instrumentos no olho do paciente, o Lensx Laser System diminui os processos de inflamação e preserva os tecidos oculares. Dessa forma, existe uma melhora no processo de cicatrização.

Quanto custa a cirurgia de catarata?

O custo desse procedimento varia de acordo com o caso e o profissional que irá realizar. Portanto, é necessária uma avaliação médica para determinar o custo da cirurgia da catarata.

No nosso blog você confere novidades sobre exames e cirurgias oftalmológicas e conhece as mais recentes tecnologias do universo da oftalmologia. Além disso, temos muitas novidades e dicas para contribuir com a sua saúde ocular e fazer você enxergar a vida como ela deve ser.

Buscar no blog

Assine a Newsletter

[contact-form-7 404 "Não encontrado"]

Não perca de vista

Open chat